top of page

Mãos limpas, pacientes seguros

Como uma medida tão simples pode ser tão importante na prevenção de infecções relacionadas à assistência à saúde - IRAS.


As infecções hospitalares, também conhecidas como infecções relacionadas à assistência à saúde ou IRAS, são infecções adquiridas durante a estadia de um paciente em uma instituição de saúde, como hospitais, clínicas e instituições de longa permanência.


Essas infecções podem ser causadas por uma ampla variedade de patógenos, incluindo bactérias, vírus e fungos. As IRAS são os efeitos adversos mais comuns dos pacientes internados, e está entre as 5 principais causas de morte nos EUA.


Acredita-se que as mãos dos profissionais de saúde são os principais vetores de transmissão de bactérias responsáveis pelas IRAS. Isso porque as mãos estão em constante contato com superfícies contaminadas, incluindo pacientes, equipamentos médicos, superfícies hospitalares e até mesmo outros profissionais de saúde. Muitos microrganismos podem sobreviver nas mãos por longos períodos de tempo, e se as mãos não forem higienizadas adequadamente, esses patógenos podem ser facilmente transferidos de uma pessoa para outra.


A higienização das mãos é considerada a principal medida para prevenção de IRAS, tanto pelo custo extremamente baixo, quanto pela eficácia, sendo capaz de interromper a cadeia de transmissão de infecções nos ambientes hospitalares.



Impacto da Lavagem das Mãos na Prevenção de Infecções Respiratórias Agudas em Países de Baixa e Média Renda

Em um uma revisão sistemática publicada pelo periódico The Lancet neste ano, foram avaliados estudos relevantes e compilados dados para determinar o impacto da lavagem das mãos com sabão na redução da incidência de infecções respiratórias agudas, como gripes e resfriados, em países de baixa e média renda. Foram incluídos 26 estudos com 161.659 participantes de países de baixa e média renda, sendo 13 estudos da Ásia, 9 da África e 3 da América Latina.


As infecções respiratórias agudas podem ser transmitidas pelo ar, superfície, ou por contato entre pessoas. Os resultados indicaram que a lavagem das mãos com sabão é uma intervenção efetiva na prevenção de infecções respiratórias agudas nos países de baixa e média renda.


A higienização das mãos com sabão previne as infecções respiratórias agudas através da remoção mecânica dos patógenos das mãos e da ruptura do envelope viral e da parede externa das bactérias.

Estimativas recentes da mortalidade anual de infecções respiratórias agudas atribuídas à higienização inadequada das mãos variaram entre 270.000 a 370.000. A intervenção por meio de higienização das mãos com sabão reduz a mortalidade por infecção respiratória aguda em aproximadamente 17% em comparação com intervenções que não sejam lavar as mãos.


Essa descoberta reforça a importância da lavagem adequada das mãos como uma medida de saúde pública acessível e eficaz em diferentes contextos. Esses resultados têm implicações significativas para programas de saúde pública e políticas de prevenção de infecções em países com recursos limitados, destacando a importância de promover a higiene das mãos como uma estratégia simples, porém essencial, na redução da transmissão de infecções respiratórias agudas.



A Importância da Adesão à Higiene das Mãos na Prevenção de Infecções Hospitalares

Em uma outra revisão sistemática publicada no periódico Journal of Hospital Infection em 2022, foram avaliados estudos relevantes sobre a adesão à higiene das mãos por profissionais de saúde em ambientes hospitalares e sua relação com a ocorrência de infecções hospitalares. O objetivo era avaliar a eficácia da adesão às práticas de higiene das mãos na redução dessas infecções.


Os resultados indicaram que a adesão à higiene das mãos por parte dos profissionais de saúde é um fator crucial na prevenção de infecções hospitalares. A revisão destacou a importância de uma adesão rigorosa e consistente às práticas de higiene das mãos para reduzir a transmissão de patógenos e, consequentemente, a incidência de infecções.


Além disso, a revisão identificou fatores que influenciam a adesão à higiene das mãos, como a disponibilidade de recursos adequados, a educação e o treinamento dos profissionais de saúde, bem como a cultura organizacional que valoriza a segurança do paciente.

Os resultados desses estudos fornecem evidências de que a adesão à higiene das mãos desempenha um papel essencial na prevenção de infecções hospitalares, destacando a necessidade de implementar estratégias eficazes para melhorar a adesão às práticas de higiene das mãos.



Campanha mundial

Campanha de 2023 da Organização Mundial da Saúde (OMS) SALVE VIDAS: Higienize suas mãos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lança anualmente no dia 05 de maio uma nova campanha de higienização das mãos com o objetivo de reforçar a importância dessa prática na prevenção de infecções. A campanha intitulada “Acelere a ação conjunta. SALVE VIDAS - Higienize Suas Mãos” tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre a importância da higienização das mãos para a promoção da saúde e prevenção de doenças.


Além disso, a campanha da OMS destaca que a higienização das mãos é uma prática importante em todos os setores da sociedade, não apenas em ambientes de saúde. A higiene das mãos é fundamental em escolas, escritórios, transporte público e outros locais de grande circulação de pessoas.


A campanha da OMS é uma iniciativa fundamental para conscientizar a população sobre a importância da higienização das mãos para a promoção da saúde e prevenção de doenças. É uma oportunidade para todos nós nos engajarmos nessa causa e adotarmos a prática regular da higiene das mãos como uma rotina em nossas vidas. Juntos podemos salvar vidas e criar um mundo mais saudável e seguro para todos.



Importância do ambiente no controle das IRAS

As superfícies do ambiente hospitalar são particularmente importantes quando se trata de prevenir a ocorrência de IRAS. Isso porque as superfícies podem se tornar um reservatório para uma grande variedade de microrganismos, incluindo bactérias, vírus e fungos. Esses microrganismos podem ser transferidos de uma superfície para outra através das mãos dos profissionais de saúde, dos pacientes ou de equipamentos médicos contaminados.


A ciência conseguiu mostrar com diversas evidências que a contaminação das superfícies do ambiente hospitalar aumenta o risco do paciente desenvolver IRAS, logo, a vigilância dos possíveis focos de maior transmissão desses agentes é imprescindível para seu controle e prevenção.


Desenvolvemos aqui na BiomeHub um estudo da metodologia de sequenciamento NGS em amostras de superfícies de ambientes hospitalares, que chamamos de microbioma hospitalar. Os resultados mostraram que as sequências de DNA bacteriano, as reads, mantém uma relação com o perfil original de quantidade de microrganismos na amostra, em unidades formadoras de colônia (UFC), indicando que, quanto maiores os valores de sequências, maior a quantidade de bactérias presente na superfície analisada. O estudo pode ser acessado na íntegra aqui.



Entre em contato conosco e conheça a nossa ferramenta de monitoramento do Microbioma Hospitalar para gestão de risco, rastreabilidade de surto e prevenção de IRAS.



Fontes:


Mouajou, V et al. “Hand hygiene compliance in the prevention of hospital-acquired infections: a systematic review.” The Journal of hospital infection (2022). doi:10.1016/j.jhin.2021.09.016


Ross, Ian et al. “Effectiveness of handwashing with soap for preventing acute respiratory infections in low-income and middle-income countries: a systematic review and meta-analysis.” Lancet (2023). doi:10.1016/S0140-6736(23)00021-1




Posts Relacionados

Ver tudo

Comentarios


Gostou do conteúdo?
Assine nossa newsletter e seja o primeiro a saber sobre as novidades.
* A BiomeHub tem o compromisso de proteger e respeitar sua privacidade e nós usaremos suas informações pessoais somente para administrar sua conta e fornecer os produtos e serviços que você nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contatá-lo sobre os nossos produtos e serviços, também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse. Você pode cancelar o recebimento dessas comunicações quando quiser. 

Obrigado por se inscrever!

bottom of page