top of page

Conheça a metodologia utilizada no BIOfeme

O BIOfeme foi desenvolvido para dar suporte ao diagnóstico de diversas condições, bem como acompanhamento de tratamentos medicamentosos. Com o BIOfeme é possível identificar os microrganismos presentes na amostra vaginal.


biofeme é o exame que identifica a microbiota ou flora vaginal

A caracterização do microbioma vaginal é capaz de detectar estados de desequilíbrio microbiológico, como em casos de vaginoses, que afetam drasticamente a saúde e qualidade de vida das mulheres; de identificar a classificação do tipo de microbioma, que pode ser relacionado, por exemplo, ao maior risco de vaginose; e de verificar a presença de Lactobacillus, que são consideradas bactérias marcadoras de saúde.


A identificação e caracterização do perfil microbiano vaginal possibilita uma melhor compreensão sobre o estado da saúde íntima, auxiliando em diagnósticos clínicos e no direcionamento de tratamentos de forma mais rápida e adequada aos microrganismos específicos detectados.



Metodologia utilizada no BIOfeme


O BIOfeme pode ser realizado a partir de amostra auto-coletada, utilizando um kit que inclui instruções simples e todo material necessário para a coleta, ou com a ajuda do ginecologista. Sua metodologia inovadora possibilita com apenas uma amostra de swab vaginal:


  • Avaliar a diversidade geral da microbiota vaginal.

  • Identificar as bactérias e fungos da microbiota vaginal.

  • Identificar o tipo de microbiota vaginal - alguns tipos são mais protetores, enquanto outros predispõem a doenças.

  • Verificar o equilíbrio da microbiota vaginal.

  • Identificar as bactérias benéficas da microbiota, que são marcadoras de uma boa saúde vaginal.

  • Avaliar a proporção relativa dos microrganismos, pois a relação entre eles diz muito sobre a saúde vaginal.


O BIOfeme permite a identificação da microbiota vaginal através do sequenciamento de DNA em larga-escala, que utiliza marcadores de DNA capazes de identificar a diversidade microbiana.


Cada organismo tem informações genéticas únicas que estão armazenadas em uma sequência específica de nucleotídeos (A, T, C e G) no DNA. No BIOfeme avaliamos regiões do DNA consideradas marcadores genéticos das bactérias e fungos: o 16S rRNA e o ITS1. Essas regiões servem como uma impressão digital permitindo a identificação das bactérias e fungos através da sequência de DNA.


Durante a análise, a amostra vaginal é preparada para a extração do DNA e para o sequenciamento de alto desempenho. O sequenciamento consiste em identificar a ordem dos nucleotídeos, ou seja, ler letra a letra a sequência do DNA. As sequências de DNA lidas são analisadas por programas de computador que comparam as sequências da amostra com bancos de dados para a identificação das bactérias e fungos.


cientista trabalhando em laboratorio

A tecnologia de sequenciamento de DNA em larga-escala consegue identificar os microrganismos de forma não direcionada, ou seja, identifica todos os microrganismos presentes na amostra vaginal. Além disso, é possível fazer uma análise quantitativa pela proporção relativa entre os microrganismos. Isto é importante pois, somente a presença de uma espécie patogênica oportunista não necessariamente requer um tratamento medicamentoso, é importante avaliar proporção dela em relação aos demais microrganismos, em especial as bactérias benéficas, como o Lactobacillus.


A identificação não direcionada somada a proporção relativa entre os microrganismos, podem revelar uma melhor compreensão da interação entre eles e direcionar para diagnósticos e tratamentos mais assertivos.

Após o processamento laboratorial e análises de bioinformática, a nossa equipe de analistas clínicos analisa o perfil da microbiota vaginal que foi identificado por sequenciamento de DNA, avaliando também o histórico clínico da paciente e o motivo da solicitação do exame. O laudo relaciona o resultado biológico encontrado com os dados clínicos da paciente, trazendo sempre os dados da literatura científica como suporte a todas as conclusões.


Com os resultados do BIOfeme, a microbiota vaginal torna-se uma aliada para a saúde da mulher e para a prática clínica, pois auxilia os profissionais de saúde na identificação e caracterização do perfil microbiano vaginal e sua relação com a saúde da mulher, possibilitando uma melhor compreensão sobre o quadro clínico e direcionando tratamentos de forma mais assertiva e eficiente de acordo com os microrganismos detectados. Além disso, permite que medidas preventivas sejam adotadas para a saúde feminina, evitando complicações que possam surgir a partir do desequilíbrio da microbiota vaginal.



Solicite o exame que pode te auxiliar a melhorar a sua saúde íntima. Conheça o BIOfeme!


Fonte:


Cruz GNF, Christoff AP, de Oliveira LFV. Equivolumetric Protocol Generates Library Sizes Proportional to Total Microbial Load in 16S Amplicon Sequencing, 2021. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33717032/


Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


Gostou do conteúdo?
Assine nossa newsletter e seja o primeiro a saber sobre as novidades.
* A BiomeHub tem o compromisso de proteger e respeitar sua privacidade e nós usaremos suas informações pessoais somente para administrar sua conta e fornecer os produtos e serviços que você nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contatá-lo sobre os nossos produtos e serviços, também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse. Você pode cancelar o recebimento dessas comunicações quando quiser. 

Obrigado por se inscrever!

bottom of page