top of page

Bactérias da boca: boas ou ruins?

O desequilíbrio da microbiota oral desencadeia determinadas doenças orais, como a periodontite, e pode ser um gatilho para doenças sistêmicas, como doenças intestinais e cardíacas.




Você sabe o que é a microbiota oral?

As bactérias da boca fazem parte do que chamamos de microbiota oral. O termo microbiota tem sido muito utilizado nos últimos tempos, e se refere a vasta comunidade de microrganismos que habitam determinada região do nosso corpo, como por exemplo boca, intestino, vagina, pele, e isso inclui fungos, vírus, arqueas, sendo as bactérias os microrganismos mais predominantes.



Mas afinal, existem mais bactérias ruins ou boas na cavidade bucal?

Isso depende de muitos fatores!


Fonte: 10.1038/s41579-018-0089-x

Ter uma microbiota oral em equilíbrio, com predomínio de bactérias benéficas, ou em desequilíbrio, com predomínio de bactérias prejudiciais, está diretamente ligada a qualidade da higienização oral, alimentação, genética, doenças existentes, uso de medicamentos, etc.


Hoje em dia é possível saber se a microbiota oral está em desequilíbrio através do sequenciamento genético dos microrganismos que compõe a microbiota oral.



Microbiota em equilíbrio

Uma microbiota oral em equilíbrio proporciona inúmeros benefícios, pois desempenha um papel crucial na manutenção da homeostase oral, protegendo a cavidade oral e prevenindo o desenvolvimento de doenças.


Um dos principais benefícios em ter bactérias benéficas como parte da microbiota oral é a prevenção do crescimento de bactérias nocivas. E a prevenção pode ocorrer através da:


➡️ Regulação do pH;

➡️ Competição de nutrientes;

➡️ Produção de compostos anti-inflamatórios;

➡️ Formação de biofilme protetor na superfície do dente.



Microbiota em desequilíbrio

O desequilíbrio da microbiota oral desencadeia determinadas doenças orais, como a periodontite, e pode ser um gatilho para doenças sistêmicas, como doenças intestinais e cardíacas.


As bactérias que são consideradas prejudiciais quando a microbiota oral está em desequilíbrio são responsáveis por:


➡️ Causar inflamação oral, com consequentes danos em ossos responsáveis pela sustentação dos dentes;

➡️ Inibir o crescimento de bactérias benéficas;

➡️ Desencadear processos inflamatórios;

➡️ Alterar o pH da boca;

➡️ Gerar abcessos.


Abaixo temos alguns fatores que afetam negativamente a sua saúde oral e podem levar ao desequilíbrio da microbiota oral:

  • Má higiene dental;

  • Alimentação de má qualidade (rica em alimentos açucarados, processados e ácidos);

  • Produtos antimicrobianos para a boca;

  • Cigarro eletrônico e tabaco;

  • Bebida alcoólica em excesso.



Atualmente, há vários estudos que relatam a associação de uma microbiota oral em desequilíbrio à doenças orais e possíveis doenças sistêmicas. E, com isso, cada vez mais os profissionais da saúde sentem a necessidade de verificar com precisão e assertividade a composição de bactérias orais de seus pacientes.



Exame genético de microbioma oral

Realizar o exame de microbioma oral pode fornecer informações valiosas sobre bactérias que habitam a boca e as possíveis relações com a saúde.


Quer saber mais sobre nosso exame de microbioma oral? Clique aqui!


Tenha resultados precisos em suas mãos e aumente a qualidade de vida do seu paciente! ORALBIOME: uma forma inovadora de cuidar da saúde bucal!



Fontes:


Allan, R., et al. The oralome and its dysbiosis: New insights into oral microbiome-host interactions, 2021. https://doi.org/10.1016/j.csbj.2021.02.010


Deo, P. N., et al. Oral microbiome: Unveiling the fundamentals, 2019. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31110428/


Hou, K., et al. Microbiota in health and diseases, 2022. https://doi.org/10.1038/s41392-022-00974-4


Kilian, M., et al. The oral microbiome – an update for oral healthcare professionals, 2016. https://doi.org/10.1038/sj.bdj.2016.865


Lamont, R.J., et al. The oral microbiota: dynamic communities and host interactions, 2018. https://doi.org/10.1038/s41579-018-0089-x


Peng, X., et al. Oral microbiota in human systematic diseases, 2022. https://doi.org/10.1038/s41368-022-00163-7


Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


Gostou do conteúdo?
Assine nossa newsletter e seja o primeiro a saber sobre as novidades.
* A BiomeHub tem o compromisso de proteger e respeitar sua privacidade e nós usaremos suas informações pessoais somente para administrar sua conta e fornecer os produtos e serviços que você nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contatá-lo sobre os nossos produtos e serviços, também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse. Você pode cancelar o recebimento dessas comunicações quando quiser. 

Obrigado por se inscrever!

bottom of page