CORONAVÍRUS - COVID-19

Atualizado: Mai 7

O que é importante saber e como podemos evitar a disseminação.



Os coronavírus (CoV) pertencem a uma grande família de vírus capazes de causar infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Alguns coronavírus podem causar doenças graves com impactos na saúde pública, como os observados anteriormente durante a epidemia de SARS, a Síndrome Respiratória Aguda Grave, identificada em 2002 e MERS, a Síndrome Respiratória do Oriente Médio, identificada em 2012.


Por tratar-se de um vírus notificado pela primeira vez em humanos em 31 de dezembro de 2019 em Wuhan, na China, o conhecimento científico sobre o novo coronavírus ainda é limitado e novos dados são periodicamente atualizados à medida que trabalhos científicos e levantamentos epidemiológicos vão sendo concluídos.


O nome do novo coronavírus foi definido como SARS-CoV-2, do inglês Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2. A doença provocada pelo novo coronavírus é denominada oficialmente como COVID-19, sigla em inglês para coronavirus disease 2019.

O quadro clínico apresentado pelo COVID-19 pode variar de leve a moderado, semelhante a uma gripe ou resfriado, podendo também causar infecções do trato respiratório inferior, como as pneumonias.


Os principais são sintomas são: febre, tosse e dificuldade para respirar. Até o momento, as formas mais graves da doença têm se manifestado em populações já conhecidamente vulneráveis a outros vírus respiratórios, como idosos, pessoas imunodeprimidas ou com doenças crônicas. Nos casos mais severos a manifestação da doença pode levar a óbito.


A transmissão do coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva; espirro; tosse; catarro; contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; e contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


Veja abaixo as recomendações do Ministério da Saúde para evitar a disseminação do COVID-19:



Com base em um estudo publicado em março/2020, pouco mais de dois meses da sua descoberta, verificou-se que o coronavírus pode permanecer viável no ar por horas e em superfícies por dias. Os pesquisadores testaram os vírus em várias superfícies por até 7 dias e mostraram que ele pode ser mais estável em plástico e aço inoxidável, permanecendo viáveis ​​por até 72 horas.


ATENÇÃO: o período de incubação do COVID-19 pode variar de 2 a 14 dias. Durante esse período o vírus tem capacidade de transmissão. A velocidade de transmissão do COVID-19 é superior ao da epidemia SARS de 2002/2003.

As melhores armas para combate ao COVID-19 são informação e educação!


A maioria das pessoas infectadas apresentam sintomas leves da doença e se recuperam, mas em outros casos pode ser mais grave. Cuide da sua saúde e preserve também a saúde das outras pessoas. Abaixo listamos as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde:


Lave as mãos frequentemente


Higienização frequente das mãos com água e sabão é o método mais efetivo para remoção do vírus das mãos, mas se não for possível, faça o uso do álcool gel a 70%.



Aprenda a maneira correta de lavar as mãos.



Tomar medidas de “etiqueta respiratória”


Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou com um lenço de papel ou tecido. Jogue fora o papel/tecido imediatamente e lave as mãos com produtos à base de álcool ou água e sabão.


Ao cobrir a boca e o nariz durante uma tosse ou espirro impede a propagação de germes e vírus. Se você espirrar ou tossir com as mãos, poderá contaminar os objetos ou pessoas que tocar.


Mantenha distância social


Mantenha pelo menos 1 metro de distância de você e de outras pessoas, principalmente aqueles que tossem, espirram e têm febre. Quando alguém com uma doença respiratória, como uma infecção por COVID-19 tosse ou espirra, projeta pequenas gotículas que contêm o vírus. Se estiver muito perto, você pode inalar o vírus.


Evite tocar nos olhos, nariz e boca


As mãos tocam muitas superfícies que podem estar contaminadas com o vírus. Se você tocar nos olhos, nariz ou boca com as mãos contaminadas, poderá transferir o vírus da superfície para si mesmo.


Evite contato com pessoas que apresentem sinais da doença. Grupos vulneráveis devem ficar mais atentos às manifestações clínicas, como idosos, crianças, gestantes, pessoas com doenças crônicas ou com imunodeficiência.

Caso apresente febre, tosse e falta de ar, procure atendimento médico. Mantenha-se informado e siga as recomendações dos profissionais de saúde.


Em caso de suspeita, como é realizado o exame para detecção do COVID-19?


A partir da coleta de amostras respiratórias (orofaringe e nasofaringe) de pacientes considerados suspeitos são realizados testes baseados em técnicas de biologia molecular.

Por entender que estamos passando por um momento crítico, com recursos limitados para o diagnóstico de potenciais casos reais, nós da BiomeHub decidimos por agora, direcionar prioritariamente todos os nossos recursos para apoiar o sistema de saúde brasileiro, e por esse motivo, não disponibilizaremos o teste direto ao consumidor.

Se você sentir os sintomas relatados acima, entre em contato com os canais abaixo para avaliar o seu caso:



Você também pode baixar o aplicativo do Ministério da Saúde com dicas de prevenção, descrição de sintomas, formas de transmissão, mapa de unidades de saúde e até uma lista de notícias falsas que foram disseminadas sobre o assunto. O aplicativo está disponível para usuários dos sistemas operacionais iOS e Android:



Clique aqui para acessar o Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (COVID-19).


Caso você precise entrar em contato com a nossa equipe técnica, escreva um email para: covid19@biome-hub.com


#Coronavírus #COVID19 #DoençasRespiratórias #CoronavirusDisease2019 #Gripe #Idosos #Febre #Tosse #DificuldadeParaRespirar #Espirro #Disseminação #Pandemia #LavarAsMãos #TesteMolecular #Diagnóstico #BiomeHub


Fontes:


Coronavirus Stays in Aerosols for Hours, on Surfaces for Days https://www.medscape.com/viewarticle/926929


Fiocruz - https://portal.fiocruz.br/coronavirus


Informe da Sociedade Brasildeira de Infectologia (SBI) sobre o novo coronavírus -

https://www.infectologia.org.br/admin/zcloud/125/2020/03/a592fb12637ba55814f12819914fe6ddbc27760f54c56e3c50f35c1507af5d6f.pdf


Ministério da Saúde - https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus


World Health Organization: WHO - https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019


World Health Organization: WHO - https://www.who.int/es/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public


World Health Organization: WHO - https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/technical-guidance/naming-the-coronavirus-disease-(covid-2019)-and-the-virus-that-causes-it


Av. Luiz Boiteux Piazza, 1302 - Sapiens Parque, Florianópolis- SC
48 3012 1322
contact@biome-hub.com
  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon

©2019 por BiomeHub.