Microbiota a favor da saúde: suporte ao diagnóstico individualizado

Atualizado: 11 de Dez de 2020

#DiagnósticoIndividualizado #MicrobiotaIntestinal #ModulaçãoIntestinal #SequenciamentoDeDNA

Mulher com os braços abertos contemplando o céu

O microbioma é composto por trilhões de microrganismos. Esses, representados principalmente pelas bactérias, podem conviver em simbiose com o ser humano, ou seja, sem causar qualquer tipo de doença ou malefício ao seu bem-estar. Pelo contrário, auxiliam desde o nascimento, na manutenção de funções fisiológicas.


Esses microrganismos podem auxiliar:

  • Na manutenção da integridade da mucosa intestinal

  • Em uma melhor absorção de nutrientes

  • No controle de proliferação de bactérias que podem ocasionar doenças


A comunidade de microrganismos (microbiota intestinal), o conjunto dos seus genomas e as condições ambientais circundantes representam o microbioma intestinal.


Cada indivíduo possui um microbioma diferente dos demais, sendo único. Entretanto, os hábitos de vida, uso de medicamentos, estresse e, inclusive, a localização geográfica do indivíduo são fatores determinantes na alteração da comunidade de bactérias do nosso trato digestivo, ao longo da vida.


Outro fator importante na alteração da microbiota intestinal é a dieta, pois pode afetar a sobrevivência e metabolismo de bactérias, causando alterações no padrão de colonização bacteriano.


Uma microbiota saudável é capaz de produzir vitaminas, promover melhor absorção de nutrientes e fermentar fibras que levem à produção de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), moléculas com atividade anti-inflamatória.



Microbiota em alerta


Alguns sintomas como distensão abdominal, náuseas, diarreia, dentre outros, usualmente, são uma das maiores queixas de pacientes com problemas gastrointestinais ao procurar um profissional da saúde. E com razão.


mulher com as mãos no abdome, com dor

O desequilíbrio da microbiota intestinal acarreta uma modificação nas funções que antes funcionavam de forma harmônica e pode levar a processos inflamatórios, favorecendo a permeabilidade intestinal e reduzindo a capacidade de absorção pelo intestino de nutrientes importantes, além de causar uma carência de vitaminas, principalmente do complexo B, além de vitaminas A, C e D.



A composição de bactérias colonizadoras da microbiota pode sofrer desequ